Voltar

criação própria

App-Sindicato aponta 11 escolas de Londrina com casos confirmados e suspeitos de Covid-19

A categoria é contrária à retomada das aulas presenciais, marcada para o dia 1º de março. Uma assembleia geral aprovou greve para a mesma data, em protesto contra a exposição dos trabalhadores ao coronavírus.

O presidente da APP-Sindicato de Londrina, Márcio André, aponta que a volta ao trabalho em atividades sem alunos acelerou o contágio dentro do ambiente de trabalho nos últimos dias.

"Teve colégio que teve 70, 80 profissionais reunidos dentro da escola, alguns até 100 profissionais reunidos sem a presença de alunos. É um absurdo, são vidas que estão em jogo. Se voltar presencialmente com alunos, só vai piorar e acelerar muito mais a circulação do vírus. Isso é um genocídio", disparou.

O governo estadual aponta, no entanto, que o modelo híbrido escolhido para a volta às aulas é seguro. Segundo afirmou o diretor-geral da Secretaria de Saúde, Nestor Werner Junior, o processo de retorno às aulas terá controle rigoroso de todos os atores envolvidos no processo, com objetivo de garantir a segurança durante a pandemia.

“Estamos trabalhando de maneira conjunta o tema, entendendo que o processo precisa de uma discussão ampla. Essa decisão precisa ser segura. Construímos as condições sanitárias para um retorno seguro para a comunidade escolar”, afirmou.

Levantamento

Confira o número de casos confirmados/suspeitos de Covid-19 entre profissionais da rede estadual de educação em Londrina, conforme levantamento realizado pela APP-Sindicato:

  • Dom Geraldo - 1 caso suspeito

 

  • Albino Feijó - 1 caso confirmado

 

  • Olimpia Tormenta - 1 caso confirmado

 

  • Tiago Terra - 2 casos confirmados

 

  • Barão de Rio Branco - 2 casos confirmados, diversos suspeitos

 

  • Carlos Mungo - 2 casos confirmados, mais suspeitos

 

  • Presidente Vargas - 2 casos confirmados

 

  • Andrea Nusi + 1 caso confirmado (não se sabe quantos)

 

  • Carlos Almeida - 1 caso suspeito

 

  • Cleia Godoy - 1 caso suspeito

 

  • Nossa Senhora de Lourdes - 3 casos confirmados
  • Com informações de AEN

Fonte: Tarobá News

Atualize-se

Para conteúdo útil e atualizado sobre direitos, informações e notícias jurídicas do Brasil e do mundo, acesse www.scalassara.com.br.

Advocacia Scalassara

- advocacia@scalassara.com.br

A Advocacia Scalassara & Associados, enquanto marca, nasceu em 06 de junho de 1994, em razão de desdobramento de escritório anterior, que tivera início em 1982/3, do qual o advogado Carlos Roberto Scalassara era um dos titulares.