Voltar

shutterstock.com

Trabalhador da Construção Civil

Na data de hoje, a Advocacia Scalassara & Associados presta sua homenagem à história de luta dos Trabalhadores da Construção Civil de todo Brasil, em especial aos da cidade de Londrina.

Relembramos a Greve Geral dos Trabalhadores da Construção Civil no ano de 1985, pelo olhar de um dos ativistas, que chamaremos de João, para preservar sua identidade.

João trabalhou por 10 anos como servente de pedreiro e conta que os motivos responsáveis pelo início greve foram: aumento de salário e falta de segurança no trabalho;

A greve foi espontânea. O sindicato não estava à frente do movimento. “Foi na cara e na coragem” relembra João.
“Eu fui só mais um, vários operários davam pitacos, mas todos um pouco desorientados, porém serviu para despertar a categoria depois da ditadura militar”.
João também conta que foi com esse movimento que se passou a exigir efetivamente o uso do EPI (Equipamento de Proteção Individual) de cada funcionário.
E finaliza “Foi uma espécie de start que quebrou o silêncio da época da ditadura”.

A greve tem como finalidade principal a busca de melhores condições de trabalho. No entanto, por apresentar reivindicações que vão, na sua grande maioria, contra os interesses dos empregadores, a greve, de início, foi considerada um delito, posteriormente uma liberdade, e apenas após muitos anos passou a ser reconhecida como um direito. Com a vigência da Constituição Federal de 1988, ficou explícito tal direito aos trabalhadores com algumas limitações. A Emenda Constitucional 45/2004 deu nova redação ao art. 114 da Constituição Federal, sendo de competência da Justiça do Trabalho processar e julgar as ações que envolvam o exercício do direito de greve.

Segundo Lenin:
Em todos os países europeus e na América, os operários se sentem, em toda parte, impotentes quando atuam individualmente e só podem opor resistência aos patrões se estiverem unidos, quer declarando-se em greve, quer ameaçando com a greve.

Isso porque a greve é o instrumento de luta do mais fraco contra o mais forte, ou, mais exatamente, daquele que, no início da luta, se sente mais fraco contra aquele que considera como o mais forte: quando pessoalmente não posso utilizar um instrumento importante, tento pelo menos de evitar que o inimigo não se sirva; se não posso disparar com um canhão, retiro-lhe pelo menos o percutor. Tal é a ”ideia” da greve geral.

trechos retirados de sites: colunastortas.com | arcos.org.br | sindisaudedvs.com

Advocacia Scalassara & Associados

Advocacia Scalassara

- advocacia@scalassara.com.br

A Advocacia Scalassara & Associados, enquanto marca, nasceu em 06 de junho de 1994, em razão de desdobramento de escritório anterior, que tivera início em 1982/3, do qual o advogado Carlos Roberto Scalassara era um dos titulares.